Arquivo para Tudo

O Universo é um supositório…

Posted in Divagação/Filosofia, Humor/Nonsense/Coisa Inútil, Prolixidade, Tudo, Universo with tags , , , , on 02/06/2009 by reticencioso

Na dispersão sistemática da expansão cósmica do agigantado conglomerado das básicas partículas fundamentais que deu seguimento ao turbilhão de poeira cósmica precedendo todos os capítulos dos tempos que percorreram a história do Universo até o presente momento, fica cada vez mais evidentemente claro, grandiosamente nítido, e de fato, supimpamente legal, de que nada podemos concluir de tudo isso…

Sendo assim, pronuncio agora uma sábia frase de um sábio conhecido, que mesmo nas horas difíceis, onde sua pessoa pode encontrar-se no momento da mais calamitosa neura, diz com fé e paixão:

_”Eu quéro é vivê!!”

Big-Bang segundo o Paint…

Anúncios

Êêêêê dileeeema!!!

Posted in Humor/Nonsense/Coisa Inútil, Tudo with tags , on 30/05/2009 by reticencioso

Dilema 1: Eu quero fazer alguma coisa… É Sábado, que diabos estou fazendo aqui??!
Impasse: Não há nada para fazer.
Solução: Sair.
Impasse: Estando eu de pé torcidamente contundido, solução descartada…
Solução: Escrever coisa inútil e fazer um desenho inútil para o texto inútil.
Dilema resolvido…

Dilema 2: Estou com fome, ah uma pizza agora hein…
Impasse: Preguiça.
Solução: Tirar esse meu traseiro seco da cama* e fazer uma pizza!!
Impasse: Ingredientes indisponíveis..
Solução: Disk Pizza!!
Impasse: $$!
Solução: Pão com mortadela.
Dilema resolvido.

Dilema 3: O que fazer quando terminar tudo isso tudo?
Impasse: Segundo o tio Aurélio, situação difícil na qual parece impossível uma saída favorável.
Solução: Assistir desenho ou ir pra África comer cachorro-quente…

*Sim, estou digitando deitado na cama… Sim, é o cúmulo da preguiça…

Bichos escrotos…

Posted in Bichos escrotos, Música, Poemas, Tudo with tags , , on 30/05/2009 by reticencioso

Rato
Rato que rói a roupa
Que rói a rapa do rei do morro
Que rói a roda do carro
Que rói o carro, que rói o ferro
Que rói o barro, rói o morro
Rato que rói o rato
Ra-rato, ra-rato
Roto que ri do roto
Que rói o farrapo
Do esfarra-rapado
Que mete a ripa, arranca rabo
Rato ruim
Rato que rói a rosa
Rói o riso da moça
E ruma rua arriba
Em sua rota de rato

(trecho de Ode aos ratos- Chico Buarque)

Abismo do Mundo

Posted in Insanidade, Poemas, Tudo with tags , , on 29/05/2009 by reticencioso

As pedras que dormem de dia,
Acordam assustadas,
Olhando as pipas que pairam sem vento,
Debaixo das juçaras.

E nas casas, tragos e baralhos.
Matando a sede em histórias e veneno.
Com as velas que viram as noites,
Agora apagadas e sem dinheiro.

E na calmaria de um barco que afunda,
De tudo de um tanto de um pouco profundo,
Resta da vela um ser, cogitabundo…

Que nas idas e vindas das voltas do mundo,
De triste pesar de vagar moribundo,
Jogam-se as pedras no abismo noturno…

Cartão Postal

Posted in Humor/Nonsense/Coisa Inútil, Só imagem, Tudo with tags , , on 28/05/2009 by reticencioso

Bom… já que eu torci meu pé, que agora tem 3 cores diferentes, e estou de molho por mais alguns dias, tive tempo de presentear os leitores com um UP geral no blog, surpreendendo-me com visitas até do exterior (tenho um parente em Caracas). Tá isso é mentira… mentirinha… sem graça…
E já que não tem nada pra fazer, pois minha inspiração anda murcha e abatida, vou abrir uma excessão à bela arte das palavras, e vou postar algumas fotos de minha linda cidade e lugares que frequento… Boa viagem!! :)

(clique para ampliar)


Um lindo dia…


A noite se aproxima…


Virada de ano!! Bebi D+!!!!!!! rsrs..


Perto da praça, o bar onde costumamos tomar umas :)


A noite… Flagra de um violento acidente.. Sem mortes…


Nada como o ar puro do campo…


Maresia, e quase uma baleia encalhada :o

Gostaram?
Reserve hoje mesmo sua passagem em qualquer companhia Sim City!! =P

Filosofia…

Posted in Divagação/Filosofia, Poemas, Tudo with tags , , on 27/05/2009 by reticencioso

A Rua
(Mário Pederneiras)

Eu considero a Rua
O melhor livro de Filosofia…
Na sua Vida que palpita e atua,
Há todo um método de ensinamento,
Desde o que prega risos e alegria,
Ao que doutrina mágoa e sofrimento.
É nela que se iguala o rumo demarcado,
Do homem feliz, sincero ou falso,
E do grave senhor solene e douto,
Ao indeciso rumo aventurado
Do monstro infeliz de pé descalço

E de sapato roto.

……………………………………………………………..

“Eu não sou eu nem sou o outro,
Sou qualquer coisa de intermédio:

Pilar da ponte de tédio
Que vai de mim para o outro.”

(Mário de Sá Carneiro)

Hoje a noite não tem luar…

Posted in Noite, Tudo with tags , on 26/05/2009 by reticencioso

Mais um trago na sempre sublime noite.
E nessa calmaria fria da madrugada, tudo parece mais vivo e intenso…

No céu, mais uma estrela desaparece entre as nuvens…
Enquanto o céu vai ganhando um ar de tenebroso terror.

E na rua, mais uma luz se apaga.
De mais alguém que irá conseguir fugir para o mundo dos sonhos…

A minha fumaça, parece se juntar com o calmo sereno, fazendo as luzes dos postes irradiarem um certo ar medonho.

E pareço sentir cada folha que balança com o vento, enquanto flagro um gato preto me encarando de cima do muro.

Um trovão ao longe, dá o gélido toque de frio na espinha.
E me vejo absorto em um levemente insano sentimento sombrio de paz…

E não demoro a me deixar levar pelo pensamento de estar flutuando alto com o vento, vendo a cidade lá de cima entre flashes de relâmpagos.

E até a última tragada, sinto como se eu tivesse passado horas ali, ao melancólico sabor do vento.

Abro a porta devagar e entro.
E já no meu quarto, uma forte chuva começa a despencar, me isolando do resto do mundo.

E penso que serei o próximo, senão já o último, a apagar a luz, e mergulhar no feliz mundo dos sonhos.