Arquivo para Crise existencial

Eu estou assim…

Posted in Crise existencial, Poemas, Tudo with tags , on 06/06/2009 by reticencioso

Eu estou assim: Em uma forma variada, Quase invisível. Uma consoante inconsolada. menosprezível. De algum verbo estranhado. Incompatível… Sou figura abreviada, Não colada. Colorido mentalizado, No papel amassado. Fumaça do trago desperdiçado… Mas que me joguem ao vento! Que me queimem de incenso! Que me escarrem em som repulsivo… Aprendo a voar, A acalorar, E humilde me levanto em tom explosivo… Já depois me transformo, Adjunto adjetivo. E fico assim, nem sabendo, Se sou o que passou, Da tempestade à brisa, Passado verbo exaurido… E vou andando nessas idas, Acolhendo as despedidas. Sentindo-me cor nova, Na cinzenta paleta da vida..

Anúncios

Vida…

Posted in Crise existencial, Divagação/Filosofia, Humor/Nonsense/Coisa Inútil, Prolixidade, Tudo with tags , , , , on 05/02/2009 by reticencioso

Então, dizem que a vida é uma peça, um teatro no palco do mundo mundano onde encenamos nossos gloriosos papéis realístico fantasiantes onde fazemos a vida criar fantasia, sentido, realidade, ou o que vier a cada persona…

Seja provindo da mais brilhante mente ascendente ou surgido da mais anojosa dos viegas ambulantes, estamos aqui abaixo desse adiamantado céu nos fazendo passar vezes por nós mesmos, ora por nós outros…

Pois, isso faz parte da mais barata analogia universal não análoga que compreende as banais circunstâncias anacrônicas da realidade não literalmente virtual, comprovando a suprema lei da não-relatividade…

Na mais axiomática verdade, estamos todos hibernando em alguma experiência em uma dimensão convergente e entubados pelos gorgomilos tendo nossas mentes manipuladas para acharmos que estamos vívidos e acordados nessa infeliz vida afeita….*

E todos somos looooooooooooooooooooooooooooucos!!!!!!!!!!!!!

Então então… isso explica tudo…

_Tenha um feliz dia após o outro!!!

*Um bom tema para um filme :) …. ¬¬

Flashback

Posted in Crise existencial, Divagação/Filosofia, Flashback, Humor/Nonsense/Coisa Inútil, Tudo with tags , , , on 02/10/2008 by reticencioso

…27/03/2004
” Talvez minha vida seja um pequeno barco no oceano visando alcançar uma paradisíaca ilha tropical.. E onde eu posso escolher se faço muito esforço remando em determinada direção pra chegar mais rápido ao meu objetivo, ou simplesmente posso içar as velas e deixar o vento me levar vagarosamente à um lugar desconhecido, guiado pelo destino…

Enfim, se há um destino para seguirmos, através de nossos instintos, pressentimentos, e atos distantes da razão lógica e zoológica, esse mesmo destino pode ser mudado através de atos “forçados”, baseados em nossas ideologias, na nossa lucidez e consciência (não tente forçar isso em casa), fugindo assim, da improbabilidade do Acaso …

Agora, se eu não remar, e igualmente e preguiçosamente, deixar de içar as velas, aí vou ficar pra sempre a deriva, à mercê de tempestades e grandes ondas, deixando a minha vida a encargo da sorte..

Mas como a vida pode ser guiada tanto pela sorte como por um extremo azar, quem sabe, depois de alguma tempestade, eu acorde em alguma ilha, como náufrago, rodeado por dançarinas de hula, ou talvez tendo meu fim sendo cozido em um grande caldeirão pra ser devorado por canibais encolhedores de encéfalo… Mas o mais provável, é morrer devorado por tubarões, ou simplesmente afogado, ou ainda de hipotermia nas águas geladas, e por aí vai uma infinita e imprevisivel lista de “destinos” guardada pela minha ociosidade.. E como não sei qual é o meu real intento nessa minha imprevisível vida, e como igualmente não quero ficar à deriva, por enquanto vou deixar tudo à cargo do vento do destino..vou deixar a vida me levar… Ô VIDA LÉVA EUU!!!!!!!!!!!! ”

É… quatro anos e continua na mesma… He…

A procura

Posted in Crise existencial, Tudo with tags , on 28/04/2008 by reticencioso

Hoje estou a procura de algo indefinido.
A definição se define depois.. Indefinitivamente.
E enquanto reviro minhas gavetas, vou dando um tempo no que já não há mais o que revirar. Ou arrumar…
Papéis, papéis, mais papéis, uma barata, um caderno cheio de… Papéis(!)…

Uma hora me pergunto… _Será que sou eu ainda? Será que enquanto dormia numa sonolenta noite de sono eu fui abduzido?
(Lembrete: Tirar uma chapa da cabeça pra ver se não há nenhum chip implantado.)

É… derrepente aquele seu “eu” de ontem aparece para confrontar o “eu” de hoje. E aí é que é a hora de perceber se você evoluiu, ou estagnou no tempo…

Eu estou tranquilo… Esses papéis velhos são a prova de que qualquer ser humano ou até animal irracional pode evoluir…
Agora… É só esperar o raio-X …(:o)