Como assim, título?

E não há dia que se passe, sem que o mesmo passe a se passar como passara em algum dia passado…

E falando em passar, passei hoje por aqui, só mesmo pra passear…

E entre um passo e outro, passo por escuros lastros de pensamentos passados… Alguns bem passáveis. Outros, tanto execráveis, diga-se de passagem…
Assim como a chuva passadiça, que cai e esvazia a praça, no meio de uma tarde…

E agora que já terminei o passeio engajando-me nestas palavras de homem são, não hei eu de querer terminar, como se fosse este, apenas mais um texto vão…
Sendo assim, então, digo pra não desistires, seja lá qual for a questão, pois é sabido que até os pássaros, até mesmo os pequenos, também um dia passarão…

Pois, que isso me lembra de uva! Que me lembra de Baco que me lembra tabaco que me lembra de trago de whisky barato que me lembra do sapato que sempre que eu calço me faz lembrar algo que esqueço no lado do alto da mesinha do quarto. Fato! A não ser, é claro, pelo motivo de não usar sapatos. Aliás, meu único calçado é um velho tênis azul-claro, já bem gasto e desbotado. Mas que importa isso, pra quem não sabe usar cadarço? O velhinho lá da esquina, amarra o surrado conga, usando só fitas e laços…

E pronto! Fim de papo!! Êêêêêê!…….

I déssszi masuma, guinda do legal…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: